Horário de atendimento – Segunda a Sexta de 6h às 18h30 e sábado de 6h30 às 12h

Horário de atendimento – Segunda a Sexta de 6h às 18h30 e sábado de 6h30 às 12h

Horário de atendimento – Segunda a Sexta de 6h às 18h30 e sábado de 6h30 às 12h

Blog

Aqui você encontra informações importantes sobre exames e tratamentos.

Aqui você encontra informações importantes sobre exames e tratamentos.

DRA CAROLINA SALUME FALA SOBRE SARAMPO

CONVIDAMOS ALGUNS MÉDICOS PARA PARTICIPAR DO NOSSO BLOG FALANDO SOBRE SUA ESPECIALIDADE.

NESSE ARTIGO, A INFECTOLOGISTA DRA CAROLINA SALUME FALA SOBRE SARAMPO.

O Sarampo é uma doença viral altamente contagiosa e foi praticamente erradicada no Brasil em 2016, quando recebemos o certificado de “país livre do sarampo” da Organização Pan-americana da Saúde (OPAS). O Brasil perdeu o certificado em fevereiro deste ano e, atualmente, empreende todos os esforços para eliminar novamente a transmissão do vírus no país, com reforço da vacinação.
A doença é altamente contagiosa e a transmissão ocorre de forma direta por meio de secreções respiratórias, oriundas da tosse, espirros, ou até mesmo no ato de falar ou respirar.
Os sinais e sintomas do sarampo são febre alta, dor de cabeça, manchas vermelhas, que surgem primeiro no rosto e atrás das orelhas, e, em seguida, se espalham pelo corpo, tosse, coriza, irritação ocular, manchas brancas que aparecem na mucosa na boca.
As complicações mais comuns do sarampo são infecções respiratórias, otites, doenças diarréicas e doenças neurológicas. As complicações podem deixar sequelas, tais como diminuição da capacidade mental, cegueira, surdez e retardo do crescimento. O agravamento da doença pode levar à morte de crianças e adultos.
Não existe tratamento específico para o sarampo e a vacina é a única maneira de prevenir a doença.
A vacina tríplice viral ou MMR, confere imunidade conta sarampo, rubéola e caxumba e está disponível tanto na rede pública quanto privada de acordo com as indicações do Calendário Nacional de Vacinação.
Quem deve tomar a Vacina contra o sarampo no Brasil?
• Crianças de 12 meses a menores de cinco anos de idade recebem uma dose da vacina aos 12 meses (tríplice viral) e outra aos 15 meses de idade (tetra viral)
• Pessoas de 5 a 29 anos de idade que perderam a oportunidade de serem vacinadas anteriormente recebem duas doses da vacina tríplice viral.
• Adultos de 30 a 49 anos recebem uma dose da vacina tríplice viral.
Atualmente, 43 cidades em três estados brasileiros (SP, RJ e BA) estão em surto ativo de sarampo. Neste locais, novas recomendações do ministério da saúde  devem ser seguidas:
• Crianças a partir de 6 meses devem ser vacinadas. Uma nova dose será tomada também aos 12 e 15 meses ( seguindo o calendário), com intervalo mínimo de 30 dias entre as doses.
• Pessoas entre 15 e 29 anos, mesmo com a caderneta vacinal em dia devem se vacinar!
• Profissionais de saúde também devem se vacinar.
• Crianças entre 6 e 12 meses de idade que se desloquem a tais municípios devem ser vacinadas cerca de 15 dias antes da viagem.
A vacina está contraindicada em gestantes e em pacientes imunodeprimidos.
Você está com o seu cartão vacinal em dia?!