Horário de atendimento: Segunda à Sexta das 6h às 19h Sábados das 6h30 às 14h
Horário de atendimento: Segunda à Sexta das 6h às 19h Sábados das 6h30 às 14h

Horário de atendimento: Segunda à Sexta das 6h às 18h30 Sábados das 6h30 às 12h

Blog

Aqui você encontra informações importantes sobre exames e tratamentos.

Aqui você encontra informações importantes sobre exames e tratamentos.

De olho na saúde das mulheres 65+

No Brasil a expectativa média de vida é de 75 anos, isso de acordo com dados divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas (IBGE) em 2022. Sendo a média etária de 72 anos para homens e 79 anos para mulheres.

O envelhecimento é um processo natural da vida e entender os desafios de saúde enfrentados por mulheres com mais de 65 anos é essencial para promover a qualidade de vida nessa fase.​​​​​

Confira abaixo os principais problemas de saúde e dicas de como envelhecer com saúde na terceira idade.

Principais problemas de saúde da população feminina 65+

As mulheres com mais de 65 anos enfrentam uma variedade de desafios de saúde, alguns dos quais são exclusivos do sexo feminino e outros que afetam ambos os sexos, mas podem se manifestar de maneira diferente em mulheres mais velhas. Alguns dos principais problemas de saúde que afetam a população feminina com mais de 65 anos são:

  1. Doenças cardiovasculares;
  2. Osteoporose;
  3. Câncer (como de mama, ovário e colorretal);
  4. Demência e doença de Alzheimer;
  5. Problemas de saúde mental (como depressão e ansiedade);
  6. Incontinência urinária;
  7. Artrite;
  8. Problemas de visão e audição;
  9. Doenças crônicas (como diabetes, doenças pulmonares e renais);
  10. Obesidade.

Estilo de vida das mulheres 65+

O estilo de vida das mulheres com mais de 65 anos pode variar dependendo de vários fatores, incluindo saúde, situação financeira, redes de apoio social e preferências individuais. No entanto, existem algumas características comuns de saúde que podem ser observadas nessa fase da vida. Um estudo publicado pela Revista Brasileira de Ginecologia e Obstetrícia sobre “saúde da mulher brasileira após os 65 anos” mostrou que as morbidades mais frequentes após os 65 anos são hipertensão arterial sistêmica, distúrbios gastrointestinais, diabetes mellitus e depressão.

Mudanças no estilo de vida, como aderir à prática de exercícios físicos e uma alimentação equilibrada, podem contribuir para um envelhecimento mais saudável e tranquilo.

Como envelhecer com saúde?

Boas condições físicas e psicológicas não são tarefas fáceis para as mulheres após os 65 anos, é necessário ter conhecimento dos desafios da idade para adotar hábitos saudáveis compatíveis com a faixa etária.

As principais indicações de cuidados com a saúde para mulheres após os 65 anos são:

  • Atividade física, orientada por um profissional: exercícios leves a moderados, como caminhadas ou ioga.
  • Alimentação saudável: prioridade para frutas, vegetais e grãos integrais.
  • Socialização: interagir com amigos e familiares e participar de eventos sociais.
  • Mentalidade positiva: cultivar uma atitude otimista em relação ao envelhecimento.
  • Autocuidado: cuidados básicos com a pele, sono adequado e gerenciamento do estresse.
  • Estímulo mental: ler, resolver quebra-cabeças ou aprender algo novo.
  • Independência: adaptar o ambiente doméstico para facilitar a autonomia.

Além dos cuidados mencionados acima, é essencial que a mulher após os 65 anos realize exames médicos regularmente e faça a adesão às orientações e tratamentos recomendados pelos especialistas para promover uma vida mais saudável, tranquila e com independência.